Agravamento do Processo Disciplinar


Note pública do Presbitério da Igreja Puritana Reformada no Brasil

Assunto: Agravamento do Processo Disciplinar

Data: 31/07/19

O Presbitério da Igreja Puritana Reformada do Brasil (IPRB), por meio desta, comunica o agravamento do processo disciplinar de John Michael Putz.

Após mais de um ano da promulgação da decisão anterior deste presbitério de entregar “o tal […] a Satanás para destruição da carne“, na esperança de que seu espírito, por meio disso, fosse salvo no dia do Senhor Jesus (1 Co. 5.5), o mesmo se mostrou pertinaz em seus pecados, insistindo em comunicar-se com a parte envolvida no adultério e sustentando práticas libertinas, as quais nem mesmo convém aos santos nomear, pois “até dizê-lo é torpe” (Ef. 5.3, 12); exibindo assim, segundo o exemplo dos sodomitas, os seus pecados sem ter sequer o puder de escondê-los (Is. 3.9). Ficando, portanto, evidente sua obstinação, na altivez e rebeldia demonstrada em suas práticas particulares e comunicações com membros da igreja.

Dessa forma, devido aos motivos citados acima, torna-se extraordinária a possibilidade de arrependimento e retorno, e assim declaramos, com tristeza, que não mais nutrimos expectativa quanto ao regresso de John Michael Putz a comunhão, sendo, portanto, qualquer meio promulgado anteriormente para isso revogado. Este se encontra dominado por “pecado que leva à morte” e não “se deve orar por este(1 Jo. 5.16)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *